Transformando saúde e vida

 

A Gestalt Terapia se destina:

  • A pessoas que sofrem de distúrbios psicossomáticos ou psíquicos;
  • A pessoas que enfrentam dificuldades com problemas existenciais (conflito, rompimento, solidão, luto, depressão, desemprego, sentimento de inutilidade ou impotência, etc);
  • A pessoas com dificuldades de aprendizagem escolar ou profissional;
  • A organizações públicas e privadas: empresas, escolas, hospitais, etc., na formação de equipes, resolução de conflitos e desenvolvimento do potencial criativo do grupo.

Os atendimentos são realizados em sessões individuais ou em grupos, a depender da modalidade, com enfoque em sempre partir do desenvolvimento pessoal, isto é, oferecendo sempre a possibilidade de a pessoa vivenciar seus vários aspectos enquanto ser humano, numa busca de auto-conhecimento e desenvolvimento de todas as suas potencialidades.

Modalidades de Psicoterapias que oferecemos

Psicoterapia infantil
Psicoterapia para crianças e adolescentes

Destina-se a crianças e adolescentes:

  • Na promoção de um desenvolvimento psicoafetivo saudável;
  • No enfrentamento de questões surgidas em qualquer área do desenvolvimento, principalmente referentes às dificuldades de aprendizagem, relações conflitivas de amizades no meio escolar e enfrentamento a conflitos sociais e familiares, como separação ou divórcio dos pais;
  • Como suporte psicológico para mudanças importantes na vida, como preparar-se para viagens de intercâmbio estudantil, concursos e testes pré-vestibulares.
Psicoterapia individual
Psicoterapia para adultos e idosos

Destinam-se a adultos e idosos:

  • Que buscam o autoconhecimento e desenvolvimento pessoal;
  • Como suporte psicológico para enfrentamento de questões familiares, como separações afetivas dos filhos que saem de casa para casar ou estudar fora;
  • Como suporte psicológico para as próprias perdas: de emprego ou rompimento afetivo como separações e divórcios;
  • Na busca de soluções a problemas reais ou busca de um reposicionamento na vida, pelo fortalecimento de sua personalidade. 
Psicoterapia de casal
Psicoterapia para Casais

.

Destina-se a casais:

  • Que buscam enriquecer a relação com a promoção do autoconhecimento realizado com o/a companheiro/a;
  • Como suporte a casais que estejam enfrentando qualquer dificuldade emocional, seja em relação ao próprio relacionamento ou outro;
  • Como suporte a casais para enfrentamento de divórcio.
Psicoterapia para famílias
Psicoterapia para Famílias

Destina-se a famílias:

  • Que buscam se fortalecer como grupo afetivo, ampliando as possibilidades nas várias formas de relacionamento;
  • Como suporte psicológico, na reestruturação, após perdas significativas, como morte ou separações e divórcios.
Orientação Vocacional
Orientação Vocacional 

Destina-se a adolescentes, jovens e adultos:

  • Que necessitam de uma orientação profissional, auxiliando o adolescente e o jovem a compreender sua situação específica de vida, onde estão incluídos aspectos pessoais, familiares e sociais.
  • Que necessitem de uma reorientação profissional individual, auxiliando o adulto na compreensão das condições para definir qual a melhor escolha – a escolha possível – de acordo com o seu projeto de vida.
Psicoterapia para grupos
Grupos -  Organizações

Trabalho com grupos nas organizações: desenvolvendo a identidade de grupo - do humano ao operacional.

Psicopedagogia
Grupos -  Escolas

Trabalho com grupos nas escolas

De professor para professor – tecendo relações de confiança – do pedagógico ao dialógico.

Objetivos:
  • Diagnosticar em que fase do processo de desenvolvimento grupal está o grupo;
  • Constituir normas de segurança para os relacionamentos com o fim de produzir um “clima” onde as semelhanças são exaltadas em detrimento das diferenças;
  • Ampliar a consciência individual e grupal do processo de transformação do grupo, detectando e avaliando quando e como acontecem os momentos de estagnação e conflitos;
  • Mobilizar a energia e a responsabilidade individual e grupal com o intuito de desenvolver através da comunicação direta e objetiva, o fortalecimento de relações afetivas mobilizadoras para um trabalho operacional coeso e produtivo.

 

Metodologia:

Seguindo os princípios teóricos e metodológicos da Gestalt Terapia, buscar a compreensão do processo grupal, focando no momento presente as transformações pelas quais o grupo já passou (história do grupo) e num processo de aprendizagem se mobilizar para a obtenção de novos valores que possam pautar as relações pessoais e de trabalho.

 

Clientela:

Organizações públicas ou privadas.

 

Carga horária:

30 horas - 10 (dez) encontros quinzenais de 03 (três) horas.

Objetivo:

Propiciar aos professores, a oportunidade de se encontrarem, com o propósito de fortalecer os laços afetivos, o respeito pela diferença e a complementariedade de ações pedagógicas entre todos os que compõem o ambiente escolar.

 

Metodologia:

Vivências de situações reais do cotidiano da escola. Diálogo fenomenológico para expansão e aprofundamento dos temas emergentes. Trabalho de suporte emocional para as situações de conflito.

 

Atividades:

Vivências, Dinâmicas de Grupo, Conversas e Debates. O método dialógico-fenomenológico. Técnicas artísticas e corporais que propiciem o auto-conhecimento e a criatividade. Trabalhos emocionais, focando os temas emergentes.

 

Clientela:

Escolas públicas ou particulares. Corpo docente, da pré-escola a nível superior.

 

Carga horária:

16 ou 32 horas (encontros de 4 horas).

.

A abordagem gestáltica

     Cada indivíduo é parte do mistério irredutível da vida, inclui-se na  grande rede da existência, o que vale dizer que está fadado a ter que assumir uma postura na aventura que é viver permanentemente em relação. Nascemos de uma relação, vivemos construindo relações. Somos o tempo todo implicados em redes de relações as mais diversas, afetando essas relações com nossa forma de ser, ao mesmo tempo em que somos afetados por elas. Somos, portanto, agentes de nossa existência e da de outros.

     Nossa identidade se forma em relação a um grupo (família, comunidade, etc.), aprendemos, crescemos e criamos uma identidade em relação e em resposta a outros. Em cada grupo em que o indivíduo transita, ele reproduz, no aqui e agora do grupo, as mesmas temáticas individuais e respostas esteriotipadas que no passado usou. Portanto, só é possível transformar esta identidade através da experiência de outra relação significativa, seja terapêutica, de aprendizagem, ou pessoal.

     O presente inclui o passado, pois este se atualiza no presente em forma de gestalten abertas que se reatuam em nossas relações.

 

     A aprendizagem e a transformação para a saúde só são possíveis através:

 

  • De um processo vivencial no “aqui e agora” que integre o intelectual, o afetivo, o corporal e o espiritual,
  • Do estabelecimento de relações significativas entre os implicados no processo de transformação (cliente/terapeuta, educando/educador, integrantes de grupos, etc.),
  • Do trabalho intrapsíquico-contextual (indivíduo, família, sociedade, comunidade e civilização).

"É esse ofício de cuidar da alma das pessoas fica também tão entranhado na gente, que vira meio de vida, faz parte da massa do sangue, não dá para objetivar muito."
 

Jean Clark Juliano